II FESTIVAL ECRÃ

Há, no sentido de existir, um recorte. Seja pela câmera, pelo olhar ou pelo “outro” olhar. Mas além da janela vista, os cortes existem para além. Entretanto, sempre transparecem em novos recortes. Seja pela interpretação, pela intenção ou pelo olhar. No ecrã há eternamente mais do que aquilo que se vê.

RELEASE

Quando se pensa em cinema experimental, logo vem à mente filmes desconexos, contemplativos e não narrativos. O Festival Ecrã foi criado em 2017 com a proposta de questionar essa natureza e escolher filmes, narrativos ou não, que experimentam em forma e linguagem sem que necessariamente estejam sobre os rótulos de cinema “experimental” e “vídeo arte”.

Para sua segunda edição, o Ecrã escolheu filmes premiados e selecionados em grandes festivais nacionais e internacionais, além de filmes inéditos e de diretores consagrados, como os casos de Equinócio de Primavera e Equinócio de Outono, do cineasta James Benning, ainda inéditos no Brasil, e Landscape, mais novo curta-metragem do expoente do cinema de invenção Luiz Rosemberg Filho, que apresentará o filme durante o festival. Inédito no Brasil, Mundo Sem Fim (Sem Incidentes Reportados), do realizador Jem Cohen, fará parte do Festival Ecrã. Assim como o curta-metragem. O Espírito da Noite, de  Manfredo Manfredini, que, volta ao cinema após vinte anos.

Da última edição do Festival de Berlim, o Ecrã exibirá O Raro Evento, da aclamada dupla de cineastas experimentais Ben Rivers e Ben Russel. Também fazem parte da programação a polêmica experiência de O Cavaleiro das Ruínas, de Pierre-Luc Vaillancourt; o vencedor das últimas edições do Indie Lisboa e do Olhar de Cinema, El Mar La Mar, de J.P Sniadecki e Joshua Bonnetta; e os curtas-metragens: Catálogo e Catálogo Volume 6, da consagrada videoartista Dana Berman Duff. O destaque do BAFICI deste ano, 1048 Luas, dirigido pela francesa Charlotte Serrand também faz parte da seleção.

Do animador e designer de filmes de animação da Pixar e Dreamworks, Luis Grane exibirá seu curta Pachinko, selecionado para diversos festivais pelo mundo. Outro curta premiado é Um Quarto, filme de Hong Kong dirigido por Chong Ming, que passou por mais de cinquenta festivais pelo mundo. O diretor Peter Azen virá ao Rio para apresentar seu longa-metragem Cacaya, exibido recentemente no Festival de Montreal. O longa dividirá a sessão com o curta-metragem Solon, da diretora mineira Clarissa Campolina.

A Irlanda é um dos grandes destaques do evento, com três filmes: da Experimental Film Society, o Ecrã exibirá os filmes Ilhas Fantasmas de Rouzbeh Rashidi e Por Dentro da dupla Vicky Langan e Maximilian Le Cain, além do neo-noir Reino Animal de Dean Kanavagh.

O Festival Ecrã também traz para o Rio destaques de festivais nacionais: Imo de Bruna Schelb Corrêa, exibido na última Mostra de Tiradentes; Sleep Has Her House, do inglês Scott Barley, premiado como melhor filme no Festival Fronteira em 2017; Buraco Negro, de Helena Lessa e Petrus de Bairros, e Não Me Fale Sobre Recomeços, de Arthur Tuoto, destaques da Mostra do Filme Livre.

Montadora de relevantes longas brasileiros, Karen Akerman exibirá Confidente, curta-metragem co-dirigido com Miguel Seabra. O mestre argentino Raul Perrone também estará no Festival Ecrã com Cump4rsit4, um filme de guerra e também sobre o cinema dos anos 20 e 30. O documentarista Eduardo Makoszay exibirá Rochas em Formas de Vento, indicado ao grande prêmio do Jihlava International Documentary Festival.

O evento ainda promoverá o debate da Associação Brasileira de Críticos de Cinema – Abraccine sobre as bordas que separam o realismo e o formalismo do cinema dito “experimental” e o “convencional”, com os críticos Camila Vieira e Filipe Furtado, mediado pelo curador Pedro Tavares. O saguão da Cinemateca também receberá filmes exibidos de forma inusitada, completando a programação.

O Festival Ecrã aconteceu entre os dias 17 e 22 de julho na Cinemateca do MAM no Rio de Janeiro, com entrada gratuita, e com apoio da Universidade Estácio de Sá, Defei.to, Ribas – Foto e Vídeo e Associação Brasileira de Críticos de Cinema – Abraccine. A realização é da 5D Magic e da Cinemateca do MAM.

II FESTIVAL ECRÃ

RELEASE

When one thinks of experimental cinema, soon comes to mind disconnected, contemplative and non-narrative films. Festival ECRÃ was created in 2017 with the proposal to question this nature and choose films, narrative or not, that experiment in form and language without necessarily being on the labels of "experimental" and "video" cinema.


For its second edition, ECRÃ chose award-winning films selected at major national and international festivals, as well as unpublished films and well-known directors, such as the case of Spring Equinox and Autumn Equinox by James Benning, still unpublished in Brazil, and Landscape, the newest short film from the exponent of the cinema of invention Luiz Rosemberg Filho, who will present the film during the festival. Also unpublished in Brazil, World Without End (No Incidents Reported), by the director Jem Cohen, will be part of the Festival. Just like the short film. The Spirit of the Night (Lo Spiritto de la Notte), by Manfred Manfredini, who returns to the cinema after twenty years.


From the last edition of the Berlin Festival, the ECRÃ will screen The Rare Event, from the acclaimed pair of experimental filmmakers Ben Rivers and Ben Russel. Also included in the program are the controversial experience of Ruins Rider, by Pierre-Luc Vaillancourt; the winner of the last editions of Indie Lisboa and the Olhar de Cinema, El Mar La Mar by J.P Sniadecki and Joshua Bonnetta; and the short films: Catalog and Catalog Volume 6, by renowned video artist Dana Berman Duff. The highlight of this year's BAFICI, 1048 Moons (1048 Lunes), led by the French Charlotte Serrand is also part of the selection.


From the animator and designer of Pixar and Dreamworks, Luis Grane will exhibit his short Pachinko, selected for several festivals around the world. Another award-winning short film is A Room, Hong Kong film directed by Chong Ming, which has gone through more than fifty festivals around the world. Director Peter Azen will come to Rio to present his feature film Cacaya, screened recently at the Montreal Festival. The feature will split the session with the short film Solon, directed by Clarissa Campolina from Minas Gerais.


Ireland is one of the highlights of the event with three films: from the Experimental Film Society, the ECRÃ will screen the films Phantom Islands by Rouzbeh Rashidi and Inside by duo Vicky Langan and Maximilian Le Cain, in addition to Kanavagh Dean's Animal Kingdom.

 

The Festival ECRÃ also brings to Rio highlights of national festivals: Imo by Bruna Schelb Corrêa, exhibited at the last Mostra de Tiradentes; Sleep Has Her House, by Scott Barley, winner of Best Film at the Festival Fronteira in 2017; Black Hole (Buraco Negro) by Helena Lessa and Petrus de Bairros, and Do Not Tell Me About New Beginnings (Não Me Fale Sobre Recomeços), by Arthur Tuoto, Highlights of the Mostra do Filme Livre.


Editor of relevant Brazilian films, Karen Akerman will exhibit Confident (Confidente), a short film co-directed with Miguel Seabra. Argentine master Raul Perrone will also be at the Festival ECRÃ with Cump4rsit4, a war film and also about the cinema of the 1920s and 1930s. Documentary artist Eduardo Makoszay will exhibit Wind Shaped Rocks (Rocas en forma de viento), nominated for the Jihlava International Documentary Festival Grand Prize.


The event will also promote the debate of the Brazilian Association of Film Critics - Abraccine on the edges that separate the realism and formalism of "experimental" and "conventional" cinema, with critics Camila Vieira and Filipe Furtado, mediated by one of the Festival’s curator Pedro Tavares. The Cinematheque lobby will also receive installations inspired by some of the short selected movies, completing the schedule.


Festival ECRÃ takes place between July 17 and 22 at the MAM Cinemateque in Rio de Janeiro, with free admission, and has support from the Abraccine - Brazilian Association of Film Critics; Defei.to; Estácio University; Ribas - Photo and Video; and Tao Films. Is a realisation of 5D Magic and MAM Cinematheque.

  • Black YouTube Icon

vídeos e deabtes

ficha técnica

Criador Daniel Diaz

Diretores Daniel Diaz, Pedro Tavares e Rian Rezende

Curadores Daniel Diaz e Pedro Tavares

Produção Daniel Diaz, Mariana Valente, Pedro Tavares e Rian Rezende

Co-Realização Hernani Heffner

Identidade Visual Daniel Diaz

Conteúdo Web Daniel Diaz e Pedro Tavares

Vinheta Pedro Tavares

Traduções Ana Luiza Albuquerque e Pedro Tavares

Redes Sociais Ana Luiza Albuquerque, Daniel Diaz, Pedro Tavares e Rian Rezende

Montagem Camila Batata, Daniel Diaz, Jorge Ribas, Mariana Valente e Rian Rezende

programação

17 a 22 de julho de 2018

terça a domingo, 13h00 às 22h00

TERÇA     17/07

13H30    VORTEX

              CATALÓGO 

              ROCHAS EM FORMA DE VENTO

14H45    UM QUARTO

              1048 LUAS

16H30    O ESPÍRITO DA NOITE

              MUNDO SEM FIM (SEM ACIDENTES REPORTADOS) 

18H00    HIC 

              EL MAR LA  MAR

20H00   sessão de abertura 

              LANDSCAPE (com a presença do diretor)

              IMO (com a presença da diretora)

       

Sessão seguida de debate com os realizadores mediado por Carla Oliveira, redatora do Zinematógrafo (Rio Grande do Sul). 

 

QUARTA     18/07

13H30    XCTRY

              O CAVALEIRO DAS RUÍNAS 

14H45    PENSAMENTO INTENSO

              POR DENTRO

16H30    PACHINKO (com a presença do diretor)

              NÃO ME FALE SOBRE RECOMEÇOS

18H00    MVI (com a presença dos diretores)

              CONFIDENTE 

              O RARO EVENTO

20H00   SOLON (com a presença da diretora)

              CACAYA (com a presença do diretor)

Sessão seguida de debate com os realizadores mediado por Hernani Heffner, pesquisador e Conservador-chefe da Cinemateca do MAM.

 

 

QUINTA     19/07

13H00    ECSTASY

              CUMP4RSIT4

14H45    ROCK DAS GALINHAS

              REINO ANIMAL

17H00    O DILEMA DO PORCO ESPINHO

              ILHAS FANTASMAS

18H45    VORTEX

              CATALÓGO VOL.6 

              ROCHAS EM FORMA DE VENTO

20H00   FLUXORAMA (com a presença dos diretores)

              BURACO NEGRO (com a presença dos diretores)

Sessão seguida de debate com os realizadores mediado por Francisco Carbone, crítico de cinema do Jornal do Brasil. 

 

SEXTA     20/07

13H00   LANDSCAPE

             IMO

14H45   SOLON

             CACAYA (com a presença do diretor e da atriz protagonista)

17H00   FLUXORAMA

             BURACO NEGRO

18H30   SEAWORLD

             MUNDO SEM FIM (SEM ACIDENTES REPORTADOS)

              

20H00  SOLO

              EQUINÓCIO DE PRIMAVERA

SáBADO     21/07

13H00   A SOMBRA DO SEU SORRISO

             SLEEP HAS HER HOUSE

14H45   ESSES DIAS DE CLARIDADE (com a presença do diretor)

             CONFIDENTE

             O RARO EVENTO

16H30   debate com os críticos FILIPE FURTADO e CAMILA VIEIRA*

(com o(Tema: As fronteiras do cinema experimental, mediado pelo xxxxxxxcurador Pedro Tavares)

18H30    HIC (com a presença do diretor)

              EL MAR LA MAR

20H30   ECSTASY

              CUMP4RSIT4

DOMINGO     22/07

13H00    REINO ANIMAL

15H10     1048 LUAS

16H20    O CAVALEIRO DAS RUÍNAS

17H20    POR DENTRO

18H45    EQUINÓCIO DE OUTONO

20H00  ILHAS FANTASMAS

* FILIPE FURTADO: Ex editor das revistas Cinética e Paisá. Colaborou com publicações como Contracampo, Filme Cultura, Teorema, Cine Imperfeito, The Film Journal e Rouge. Mantém o blog Anotações de um Cinéfilo.

 

* CAMILA VIEIRA: Camila Vieira é jornalista, crítica e curadora de cinema. Doutora em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com pesquisa em cinema contemporâneo brasileiro. É editora da revista de cinema Multiplot. Integrou a equipe de curadoria de curtas da 21ª Mostra de Cinema de Tiradentes, em 2018. É integrante da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) e da Associação Cearense de Críticos de Cinema (Aceccine).

sessão cinema

INSTALAÇõES

criadas pelo festival, inspiradas nos filmes selecionados. Em looping das 13h00 às 20h00 durante todos os dias.

sessão instalações

Cinemateca do MAM

Av. Infante Dom Henrique, 85 - Praia do Flamengo, Rio de Janeiro – RJ

local

Realização

Parceria

Apoiadores